Cirurgia Robótica

Dr. Claudio Crispi

Nos anos 80, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos iniciou um projeto a fim de desenvolver um programa de cirurgia remota para campos de guerra.

A ideia (semelhante aos aviões não tripulados atuais) foi de substituir médicos por robôs e minimizar as perdas nos conflitos. Desde então, a telecirurgia avançou e, em 1995, a empresa Intuitive Surgical foi fundada e lançou seu primeiro robô cirúrgico, o Da Vinci, no mercado (ano de 2000) para utilização em cirurgias laparoscópicas.

O Robô foi sendo adaptado ao longo dos anos e, nos dias atuais, ajuda os cirurgiões a realizar cirurgias minimamente invasivas com suas inúmeras funções e facilidades. Os últimos modelos foram construídos com visão 3D, com qualidade HD (1080i) e instrumentais cada vez mais modernos e eficientes.

Em um futuro próximo, novas tecnologias estarão sendo incorporadas ao Robô (realidade virtual, feedback háptico), facilitando e aperfeiçoando o trabalho da equipe cirúrgica e os resultados finais para os pacientes. O Robô da Vinci-O sistema da Vinci® é o único sistema robótico comercialmente disponível que fornece ao cirurgião controle intuitivo, movimentos em escala e manipulação de tecidos delicados. Tem visualização 3-D dando características de cirurgia aberta, permitindo que o cirurgião trabalhe através de pequenas incisões, característica das cirurgias minimamente invasivas.

Os benefícios da Cirurgia Robótica são: Visualização da imagem em alta definição (1080p) com ampliação de 10x e visualização em 3D, melhor detalhamento dos planos dos tecidos, movimento escalonado com filtração de tremor, melhor ergonomia para o cirurgião (console cirúrgico), uso de pequenas incisões, retorno mais rápido às atividades diárias, menor tempo de hospitalização, menor perda de sangue e menor taxa de transfusão, redução da dor (a maioria dos pacientes não necessita de medicamento para controle da dor após a alta) e menor risco de infecção.



Galeria de Fotos