Laparoscopia “Single-Port”

Esta é uma modalidade cirúrgica derivada da vídeolaparoscopia, porém com a diferença de que é realizada apenas uma incisão única na cicatriz umbilical, de aproximadamente 2cm, por onde é introduzido um dispositivo pelo qual tanto a ótica quanto as pinças são introduzidas. Por permitir o acesso à cavidade abdominal por apenas um “portal”, o nome da técnica refere a essa única abertura da parede abdominal por “portal único” ou “single-port”.

Como resultados, esta técnica, assim como a laparoscopia convencional, permite uma recuperação pós-cirúrgica mais rápida, menos dor, menor perda sanguínea com um resultado estético excelente, uma vez que a única cicatriz ficaria “escondida” na cicatriz umbilical.

Atualmente muitas cirurgias ginecológicas podem ser realizadas através desta técnica, principalmente as de menor porte.

Laparoscopia “Single-Incision”

Esta é outra derivação da técnica laparoscópica tradicional, muito semelhante à técnica de “single-port”, porém com a cirurgia “single-incision” após a incisão na região da cicatriz umbilical, não é colocado nenhum dispositivo pelo qual as pinças e a ótica são introduzidas na parede abdominal; a técninca “single-incision” ou incisão única, as pinças e a ótica (acoplada à microcâmera) são introduzidas diretamente pela incisão umbilical.

Como resultados, esta técnica, assim como a laparoscopia convencional, permite uma recuperação pós-cirúrgica mais rápida, menos dor, menor perda sanguínea com um resultado estético excelente, uma vez que a única cicatriz ficaria “escondida” na cicatriz umbilical.

Muitas cirurgias ginecológicas já são feitas por esta técnica, que exige uma equipe muito bem treinada e especializada.

Vídeos